• (11) 2348-2990

  • (11) 96968-8000

  • Responsável Técnico Dr. José Rubens Arnoni Júnior CRM/SP: 38996 | RQE 55959
  • Av. Paulista, 91 sala 410
    Jardins - São Paulo - SP
    CEP: 01311-000

Cirurgia do Diabetes

A Crurgia da Obesidade tem mais de 50 anos, e hoje é feita de uma maneira rápida, tranquila e segura. 15% dos obesos que vão para a cirurgia tem diabetes. Observou-se que nestes casos após a cirurgia, o diabetes desaparecia. Não depois do emagrecimento, mas logo após o ato cirúrgico.

Foram feitos vários estudos, e foi verificado que as modificações no tubo digestivo pela Cirurgia da Obesidade levam a alterações hormonais (a principal delas é o aumento do hormônio GLP1), que estimulam o pâncreas a produzir insulina levando à remissão do diabetes em até 90% dos casos.

Os casos que mais se beneficiam são aqueles com diabetes do tipo II (adquirida), de menor gravidade, com menos de 10 anos de história, e com o exame laboratorial de sangue PEPTÍDEO C, maior que 1.

No Brasil pelo Conselho Federal de Medicina, a cirurgia está indicada para quem tem obesidade moderada.


Trabalhos Mundiais inclusive com o respaldo da Sociedade de Diabetes indicam que a cirurgia é boa para quem tem obesidade leve. Para peso normal a indicação cirúrgica ainda está sobre estudo.
Quando se visa o tratamento do diabetes a técnica cirúrgica mais indicada é o Bypass Gástrico, embora a técnica Sleeve ou Gastrectomia Vertical também levam a remissão do diabetes em um percentual menor.